Archive Page 2

Alert 8-Hour

Image

 

Alert 8-Hour é o termogênico timed release da MHP, com atuação por 8 horas graças a sua tecnologia de tablete “Bi-layer”, um lado de rápida ação e outro de longa ação, garantindo assim uma liberação dos seus compostos de forma gradual, sem os efeitos indesejáveis da maioria dos estimulantes, que é o rápido efeito seguindo de queda brusca do desempenho.

Sendo composto por grandes doses de cafeína e taurina, Alert 8-Hour é um excelente termogênico colaborador para maior disposição física e para intensificar a queima de gordura corporal durante todo o treino.

Alert 8-Hour pode ser ingerido até mesmo para melhorar a atenção e reduzir o sono quando se precisa de foco em atividades cotidianas, esse suplemento substitui os inúmeros cafezinhos diários que precisamos para mascarar o cansaço sem deixar aromas desagradáveis na boca que o consumo excessivo de café produz.

Dentre os componentes dos termogenicos, a cafeína é o principal na ação estimulatoria e na queima de gordura, pois aumenta o gasto energético acelerando a queima de gordura.

A taurina tem o de poder intensificar os efeitos da insulina, tendo sido responsável por um melhor funcionamento do metabolismo de glicose e aminoácidos, podendo auxiliar o anabolismo muscular, por estar envolvida nos mecanismos de excitação e contração dos músculos. Isso é particularmente importante para assegurar um ótimo desempenho dos músculos, permitindo que você maximize seus treinos.

 

Modo de Uso: Para ter mais energia e maior agilidade, tome um tablete pela manhã e/ou à tarde.
Embalagem: 100 Tabletes.

Anúncios

Os 5 Erros Mais Cometidos Ao Se Malhar Abdômen

 

Image

 

1 – Fazer Abdominal Pra Perder a Barriga
Muitos acham que fazendo apenas abdominais, a gordura acumulada na barriga sumirá. No entanto, a melhor estratégia para “secar” é uma combinação de dieta e exercícios aeróbicos.

Corrigindo
– Altere sua dieta para perder gordura. Elimine gordura trans e minimize gordura saturada e carboidratos simples. Dê ênfase à proteína magra, carboidratos complexos e gorduras saudáveis.
– Faça de 45 à 60 minutos de Aeróbico pós-treino, ou de manhãzinha.
– Mude seus Exercícios Abdominais como se fosse um treino de força (menos Repetições, mais pesos.) e os novos músculos ficarão incrivelmente mais visíveis enquanto você queima a gordura acumulada (Lembre que seu “tanquinho” está ai, o problema é que ele não está visível. Repare em pessoas magras, a maioria possui abdômen definido, sem sequer fazer abdominais.)

2 – Negligência
Muitas vezes deixamos de lado o abdominal, pois é no final do treino, já estamos cansados, podemos deixar pra amanhã, já que “não dá resultado mesmo”. Errado!Fazer abdominais randomicamente e com baixa intensidade certamente não dará um resultado satisfatório.

Corrigindo
– Duas vezes por semana, dê ao seu abdômen o mesmo tratamento que você dá aos outros músculos. Se você faz aeróbicos separadamente da musculação, uma ótima hora para seus abdominais é antes disso. Ou você pode até fazer o treino em casa, precisando de uma aparelhagem mínima, que toda casa tem. (link pra fazer abdominal em casa).
– Faça de 8 a 12 séries pro Musculo Reto Abdominal e de 3 a 5 para os Oblíquos.
– Se estiver muito sem tempo, coloque o treino nos intervalos dos exercícios das outras partes do corpo. Ou faça todas as séries juntas, como se fosse uma série gigante, sem intervalo. (Apesar de não dar o mesmo resultado.)

3 – Baixa Intensidade
Pergunta: Qual foi o máximo que você levantou no supino reto? E na Rosca direta?
Agora responda a mesma pergunta para o abdômen.
A maioria tinha a resposta pra primeira pergunta na ponta da língua, mas não sabia responder a segunda.
Além de raramente treinarmos o abdômen, quando o fazemos, é com pouca intensidade e muita repetição (o que acaba tornando chato), coisa que nunca fazemos no treino de peito por exemplo, ou qualquer outra parte.
Corrigindo
– Treine para crescer seu abdômen, ao invés de treinar para tonificá-lo. O risco que você corre dele crescer demais ao ponto de ficar desproporcional, é quase igual ao “risco” de ganhar na loteria. Fique tranquilo. Para as mulheres que usam a desculpa “Vou parecer um homem se eu fizer abdominal com peso”, parem de enganar a si mesmas, pra você parece um homem precisará usar de outros meios, não recomendados.
– Faça séries de 10-15 repetições, se conseguir fazer mais de 15, aumente o peso.
– Máquinas abdominais são os aparelhos mais eficientes para aumentar a carga.

4 – Errando o Alvo
Desde os tempos de educação física no colégio, nós passamos mais tempo treinando os flexores de quadril e forçando nossa coluna do que contraindo o músculo certo.

Corrigindo
– Treine devagar, num ritmo constante, focando somente no abdômen
– Todos abdominais tem um movimento de curto alcance, portanto, as contrações são importantíssimas. Segure contraído por 1 ou 2 segundos e flexione.

5 – Exclusividade Para o Abdômen Superior
Muitos focam principalmente, se não exclusivamente, no Abdome Reto Superior., quando na verdade essa é somente uma de quatro áreas a serem treinadas. As outras três são: Abdome Reto Inferior, Obliquos Externos e Abdome Transverso. O Inferior é deixado de lado pois, quando você está de roupa, são pouco visíveis, os Oblíquos geralmente são pulados pelo medo de alargar a cintura, e o Transverso não dá para ver, logo não lembramos dele.

Corrigindo
– Faça exercícios para a Parte inferior e para os oblíquos. Veja uma lista AQUI.
– A largura da cintura vem primeiramente da estrutura óssea. Se mesmo assim estiver preocupado, faça séries com 30 repetições.
– Seu Abdome Transverso não é visível, mas faz um papel importante para manter sua postura, e manter a barriga contraída. Você pode exercitar essa área a qualquer hora, murchando sua barriga ao máximo, por 10 segundos, 10 vezes.

Conclusão
Arranje tempo para treinar seu Abdome duas vezes por semana.
Mantenha suas repetições entre 10 e 15. Se conseguir fazer mais, aumente o peso, e vice-versa.
Treine devagar, concentrando as contrações.
Trabalhe todas as 4 áreas.
Dieta e aeróbico para perder gordura, abdominal para ganhar músculo.

Conheça 7 alimentos ricos em vitamina D

 

Image

 

Embora muita gente já saiba que o corpo produz vitamina D quando exposto ao sol, existem outras maneiras de obter o nutriente. Alguns alimentos oferecem a vitamina D em abundância e o jornal Huffington Post reuniu algumas dicas para incorporá-los à sua dieta. A publicação indica que a maior parte da vitamina D que consumimos vem de alimentos fortificados, como o suco de laranja, o leite e os cereais. Essa vitamina aumenta a absorção do cálcio, além de melhorar a saúde da pele e agir no combate à depressão.
Algumas pessoas optam por ingerir este nutriente em cápsulas, para alcançar a recomendação diária, que é de 600 International Units (IUs) para adultos. No entanto, existem muitas fontes naturais e, incluindo um pouco a cada dia, você pode trazer muitos benefícios para o corpo. Confira alguns exemplos:
Salmão
Existe um número grande de alimentos marinhos com altas doses de vitamina D. O salmão está no topo da lista. Aproximadamente 100g do alimento enlatado oferecem 650 IUs, mais do que você precisa para um dia.
Atum enlatado
Cerca de 100g de atum enlatado e conservado em água fornece 154 IUs, quase um terço do que pede a recomendação diária. O atum conservado em óleo contém ainda mais vitamina D, no entanto, é mais gorduroso.
Sardinha
Outro alimento enlatado que pode ser uma opção para uma dieta mais rica em vitamina D é a sardinha. Duas latas destes pequenos peixes oferecem 46 IUs, que representam cerca de 13% do valor recomendado diariamente.
Gema de ovo
Uma gema grande de ovo contém 37 IUs de vitamina D. Além disso, ovos são boas fontes de proteína e, apesar de serem associados ao colesterol, não estão ligados ao aumento de risco de problemas cardíacos.
Queijos
Uma fatia de queijo suíço contém cerca de 6 IUs, é menos processada e contém menos sódio do que o queijo americano. Um copo de ricota oferece 25 IUs, mas deve ser consumida com moderação, pois também possui gordura.
Bife de fígado
Cerca de 100g de bife de fígado pode prover 42 IUs de vitamina D, além de ser uma ótima fonte de ferro.
Cogumelos
Alguns tipos de funghi, quando mais expostos à luz solar, podem conter níveis benéficos de vitamina D. Dê preferência às marcas que priorizam este tipo de cultivo.

 

Fonte: Terra 

15 Alimentos que são “falsos” amigos da dieta .

Aumentar a sensação de saciedade com item poucos calóricos – esse é o sonho de muita gente, especialmente dos que vivem em pé de guerra com a balança.

Comer bem, sentir-se satisfeito e não ter que encarar os temidos quilinhos a mais é um ideal que atinge milhares de brasileiros, e, nesta luta diária, não há granola que escape na hora que bate a fome.Mas a regra é simples e até bastante conhecida.  Qualquer coisa em excesso pode fazer mal, mesmo o mais light dos alimentos. Isso porque o corpo exige variedade de nutrientes para manter ativas todas as funções orgânicas.

Image

 

O corpo humano tem a capacidade de digerir e absorver grande parte dos alimentos não industrializados, como cereais, sementes, frutas e verduras. Mas a alimentação não pode ser monótona, pois isso pode trazer consequências negativas. Sendo assim, apostar em alguns alimentos milagrosos com a esperança de emagrecer pode não surtir o efeito desejado. “Fuja dos modismos. Você pode complementar sua dieta com o que está na moda, mas não transformá-la nisso. O ideal é introduzir os itens de forma saborosa e saudável”, completa. Veja a seguir alguns dos alimentos que mais se passam por “inofensivos” do ponto de vista calórico, mas que, se consumidos em excesso, podem trazer problemas. Veja que até os alimentos naturais devem ser consumidos com moderação.
Granola
De acordo com a nutricionista Vivian Zollar, da Qualy Food, algumas granolas levam óleo ou outras gorduras no seu preparo, tornando o produto mais calórico. “Pode ser um complemento para consumir uma fruta ou iogurte, por exemplo, e uma porção diária pode variar de uma a três colheres de sopa, dependendo das necessidades calóricas individuais”, ressalta.
Chia
Celso explica que, por sua capacidade de hidratação, a chia ajuda a construir a sensação de saciedade. “Uma pequena quantidade, de uma a duas colheres de sopa por dia, traz benefícios porque é rica em fibras. Mas o exagero pode contribuir para a formação de gases”, afirma.
Queijo minas
Embora seja menos calórico que alguns queijos ricos em gordura como o prato, mussarela e provolone, conforme indica Vivian, o queijo minas também contém gorduras. “Deve ser consumido com moderação. Uma fatia média ao dia pode ser o ideal para se alcançar inclusive o consumo de fontes de cálcio, como o leite e o iogurte, por exemplo”, pontua.
Bolacha de água e sal ou torrada
A culpa que a maioria das pessoas sente ao comer um pãozinho não é a mesma com a que se come bolachas de água e sal ou torradas. Mas a nutricionista Vivian avisa que, na pirâmide alimentar, elas estão no mesmo nível de outras fontes de carboidratos. “Muitas pessoas acham que a torrada é mais “light” pelo fato de ser mais seca e leve, porém isso é um conceito equivocado, pois ela perde água quando é torrada, mas mantém os demais nutrientes. Uma porção de pão, ou seja, 50g de pão francês ou duas fatias de pão de forma branco, equivalem a cerca de 3 torradas e 6 bolachas de água e sal”.
Molho light para salada
Quem não gosta de salada acaba usando este recurso para conseguir incluir um pouco de verde na dieta. No entanto, vale lembrar que apesar de ter menos gordura do que a versão normal, são ricos em sódio. Vivian recomenda o consumo eventual e, no máximo, uma colher de sopa.
Mel
O mel é uma alternativa natural ao açúcar, mas, segundo explica o nutrólogo Celso, engorda da mesma forma. “A única vantagem é que ele não é um produto industrializado. O ideal é não ultrapassar as duas colheres de sopa por dia”, indica.
Sopa de saquinho
Apesar de se mostrarem um ótima alternativa para quem está sem tempo e quer ingerir algo leve, essa é outra armadilha da qual os especialistas recomendam fugir. “Em geral são ricas em sódio e recomenda-se consumo eventual”, afirma Vivian.
Suco industrializado
A regra do cuidado com o sódio em excesso também se aplica aos sucos industrializados. “Não deixam de ser uma boa opção quando não há tempo para preparar um natural. Mas você vai perder uma série de fibras, vitaminas e substâncias antioxidantes da fruta. O recomendado é não ultrapassar os dois copos por dia”, afirma Celso.
Iogurte, manteiga, requeijão ou creme de leite light
Ler e entender o rótulo dos alimentos é uma indicação importante, especialmente nestes casos. “A legislação classifica ‘light’ qualquer alimento cujo similar tenha 20% a menos de alguma substancia, que pode ser em açúcar, sal, gordura, ou qualquer outra coisa”, explica Celso. Por isso, para quem quer emagrecer, o ideal é que o alimento tenha o teor de gordura reduzido.
Vivian reforça que é preciso atentar também à quantidade. “Se pelo fato de ser light o consumo for aumentado, de nada vale a opção.” Com relação ao requeijão e creme de leite, especificamente, ela explica que segundo a pirâmide alimentar a recomendação é de uma porção diária, ou seja, uma colher de sopa ao dia.
Aveia
Apesar de ser auxiliar na redução e controle do colesterol, a recomendação é de duas colheres de sopa diárias, explica Vivian. “O exagero também deve ser evitado também contém calorias que em excesso terão efeito indesejado na balança”.
Chás
O uso de chá verde e branco para quebrar as células de gordura foi uma verdadeira febre, mas o nutrólogo Celso explica que o excesso não só pode não surtir o efeito milagroso da perda de peso como também trazer problemas. “Os chás têm substancias químicas ativas. Já ocorreram casos de exageros ligados a sintomas como hiperidratação e diarreia.” A recomendação diária é de, no máximo, duas xícaras.
Carnes
O peito de frango acaba se tornando a opção de muitas pessoas que querem emagrecer e, de fato, têm menos gordura do que outras partes como a coxa e a sobrecoxa, segundo indica Vivian. No entanto, ela ressalta que a recomendação diária é de uma porção ao dia (um filé de peito de 100 à 140 g) alternado com outras fontes de proteína na dieta.
No caso das carnes vermelhas, os cuidados devem ser redobrados pelo fato de possuírem alto teor de gordura. Celso afirma que, mesmo tirando a gordura externa, ela se mantem feixes de entre a musculatura.
Isso não quer dizer que a carne vermelha deve ser abolida da alimentação, mas sim, diversificada com outras fontes de proteína. “O peixe tem uma gordura saudável e a carne suína também é uma alternativa, pois tem um percentual de gordura proporcionalmente até mais baixo do que algumas carnes vermelha”, acrescenta.
Amêndoas ou nozes
Estes são alimentos que frequentemente se tornam opções na hora da fome. O problema é saber a hora de parar de comer. Por isso, Vivian indica cautela. “São alimentos com boas gorduras e também contém minerais antioxidantes importantes, porém são calóricos, então o ideal é não exceder 30 gramas diárias, que equivalem a duas a três nozes, por exemplo”.
Barrinhas de cereais
As barrinhas também servem para matar a fome quando não há tempo para fazer uma refeição mais completa. Mas é preciso ficar de olho no rótulo e também evitar as opções mais calóricas. “A principal vantagem da barra é o teor de fibras, porém, algumas além de quase não conter fibras tem ingredientes calóricos como o chocolate por exemplo”, observa Vivian.
Adoçante
O adoçante parece quase inofensivo perto do açúcar, mas, segundo Vivian, não deve ser consumido em excesso, especialmente os que contém base em sacarina, que são ricos em sódio. “Já aqueles que têm base na sucralose ou stevia são mais indicados, mas também com moderação, somente o necessário para adoçar bebidas.”

 

Fonte : Terra 

Entenda as diferenças entre os treinos feminino e masculino.

As mulheres têm a estrutura óssea mais leve e um percentual de gordura maior. Com a mesma altura são mais leves e possuem menos força. Porém não é por isso que as mulheres devem treinar menos peso que os homens. A principal diferença entre os treinos femininos e masculinos é a intensidade. O trabalho de aumento da massa muscular exige um programa de treino mais intenso com poucas repetições e muita carga. Esse é um objetivo unânime entre os homens, mas não para as mulheres. Mulheres têm objetivos e necessidades diferentes e buscam uma redução de gordura localizada, condicionamento físico e definição muscular. A mulher tem 30% menos massa muscular que o homem.

Há diferença entre a reação do corpo do homem e da mulher à atividade física?

A reação depende do nível de condicionamento. Se realizar um exercício aeróbio a 70% da frequência cardíaca máxima ou um exercício muscular a 70% da força máxima, os sintomas serão os mesmos para ambos os sexos.

No universo feminino, existe um momento onde a reação ao exercício pode ser diferente. Na fase folicular (início da menstruação), a mulher tem alterações hormonais que a deixa com mais força. Na fase lútea, que dura aproximadamente 13 dias, e termina com o início de sangramento menstrual, a força diminui. Hoje é comum desenvolver o planejamento das atividades considerando as fases do ciclo menstrual, fazendo com que o treinamento de força seja variado.

O ganho de massa muscular

Com relação á prática de musculação, os benefícios são definição muscular, emagrecimento, melhora da postura, fim das dores musculares e aumento da massa muscular. Detalhe: o corpo marombado é quase uma utopia para as mulheres – elas não têm condições hormonais para isso. O que determina o aumento da massa muscular é a forma como foi planejada, intensidades e atividades fora da academia.

“O corpo marombado é quase uma utopia para as mulheres – elas não têm condições hormonais para isso.”
Mesmo com essas diferenças, algumas mulheres aumentam a massa muscular com facilidade. O ideal é acompanhar a evolução com uma análise de composição corporal onde observaremos o aumento da massa muscular. Um acompanhamento a cada três meses já é o suficiente.

Para desenvolver um trabalho combinado de modalidades com eficiência, os treinos devem ser moderados e a soma das atividades não pode ultrapassar duas horas. Se você corre dez quilômetros na esteira, por exemplo, e depois ainda faz um treino pesado de musculação, podem haver prejuízos nos resultados. A escolha do que fazer primeiro poderá ajudar.

Para quem tem como foco emagrecer, o trabalho aeróbio deve ser o primeiro. Para quem quer aumentar a massa magra, o trabalho muscular deve ser a prioridade. Ainda temos o caso de mulheres que precisam emagrecer e ganhar resistência muscular ao mesmo tempo. Para essas, o formato de circuito – em que são mesclados trabalho cardíaco e muscular – é a melhor opção.

Malhar os braços

A musculatura superior contribui para a manutenção da postura, ajuda a prevenir dores e lesões articulares e traz benefícios estéticos. Os principais músculos a serem trabalhados são: peitoral (fly e crucifixo); Dorsal (remada sentada e puxador pulley na frente); bíceps (rosca direta e rosca martelo); tríceps (testa e pulley) e ombros (elevação frontal e lateral). A mulher deve trabalhar todos os músculos superiores, mas claro que não será na mesma proporção dos membros inferiores.

Gaste tempo na academia

Com relação ao tempo passado na academia, as mulheres querem ter mais resultados sem sofrer tanto. Administram mal seu tempo conversando demais e se arrumando muito para treinar. Muitas mulheres têm mais tarefas do que o homem e isso faz com que não fiquem o tempo necessário na academia. Por isso devemos lembrá-las que o resultado só virá como fruto do trabalho – um mês treinando certinho pode valer bem mais que três meses de treinos mal feitos.

Para conseguir a barriga chapada

Muitas mulheres procuram ajuda profissional ficar com a barriga chapada. Isso vai depender de dois fatores: pouca gordura na região e musculatura abdominal desenvolvida. A sugestão para secar a barriga é realizar exercícios abdominais variados que trabalhem a musculatura infra, reto e supra-abdominal, além dos oblíquos. No próprio colchonete é possível fazer mais de 30 tipos de abdominais – realize dois exercícios para cada uma das divisões já citadas. A intensidade pode ser ampliada com aumento de carga usando o peso do próprio corpo, aumento de ângulo ou anilhas, do volume de repetições, e diminuindo o tempo de descanso entre as séries.

Activite Sport – O multi-vitaminico de alto desempenho mais poderoso do mundo!

 

Activite Sport é o primeiro multi-vitaminico e complexo mineral do mundo desenvolvido exclusivamente para as pessoas que malham e apresentam uma alta demanda de micronutrientes.

Activite colabora para seus músculos entrarem em anabolismo, seu sistema enzimático anabólico patenteado aperfeiçoa a utilização de alimentos para maximizar a utilização de proteína, carboidrato e gordura. Activite também fornece uma completa infusão de vitaminas “ativas” e minerais que atuam como antioxidantes para melhor recuperação muscular e suporte imunológico.

 

Image

 

Anabolase – Um sistema de enzimas anabólicas protegido por patente, disponível apenas em Activite Sport. Enquanto vitaminas e minerais são necessárias para manter boa saúde e boas funções do corpo, os macro nutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras) são os verdadeiros determinantes para alcançar suas metas de ganhar músculo “magro”, redução de gordura corporal, aumento de energia e resistência para maximizar a desempenho.

Activite aumenta os níveis de aminoácidos no um tecido muscular, beneficiando o anabolismo e recuperação pós-treino, aumenta a conversão de carboidrato em glicogênio muscular em 275%, além de diminuir acido láctico para permitir exercícios mais fortes e longos, possibilitando que você maximize seus treinos.

Modo de uso: Tomar 4 vezes ao dia.
Tamanho: 120 tabletes

Porque devemos beber água?

Todo mundo já cansou de ouvir que precisamos beber água, vários copos por dia, preferencialmente. O problema é que as pessoas “esquecem” ou pior, não gostam de água. Não consigo imaginar como alguém consegue matar a sede tomando um copo de refrigerante, pode até ser que na hora a sede passe, mas dali 15 minutos estará de volta, e aí a pessoa ingere mais refrigerante, o que é um absurdo.
O problema é que a pessoa não é acostumada a ingerir água, e por isso acaba não ingerindo o líquido necessário para sua sobrevivência. Listo a seguir alguns dos benefícios da ingestão de água:

 

Image

 

 

Ajuda na perda de peso: a água não tem calorias, nem açúcar, nem gorduras, nem carboidratos. Beber água ao invés de refrigerantes ou sucos de pacotinho emagrece, além do mais muitas das vezes que achamos que estamos com fome estamos na verdade com sede, por isso ingerir água quando estiver com fome ajuda a emagrecer comendo menos;
Coração saudável: um estudo mostrou que as pessoas que consumiam pelo menos 5 copos de água por dia tem 41% a menos de chance de desenvolver problemas cardíacos do que os que consomem menos de 2 copos;
Energia: beber água evita que fiquemos desidratados, que causa cansaso físico, fadiga, tontura, fraqueza muscular entre outros sintomas, se o corpo está com sede é porque já está em parte desidratado, por isso dê a ele o que ele pede: água;
Dor de cabeça: um dos sintomas de um corpo desidratado é a dor de cabeça, existem N motivos para se ter dor de cabeça, mas um dos mais comuns é a falta de água;
Pele saudável: pessoas que ingerem água em quantidades adequadas todos os dias tem pele e cabelos mais bonitos e saudáveis, a pele é mais brilhosa e tem aparência de saudável;
Problemas digestivos: para que nosso sistema digestivo funcione corretamente é preciso que se tome água, muitas vezes apenas a mudança de hábito de começar a beber água suficiente regula intestino preso e acaba com ácidos no estômago;
Limpeza: a água ajuda a eliminar as toxinas e resíduos do corpo;
Combate o câncer: estudos comprovam que quem bebe água tem 50% menos chance de ter câncer de bexiga, 45% menos chances de desenvolver câncer de cólon, assim como de mama;
Melhora o desempenho: de qualquer pessoa que pratique exercícios físicos. A prática de exercício exige que o corpo tenha mais água disponível, e se tiver o corpo responde melhorando a performance do atleta;

 


MHP no Twitter

Encontre MHP