8 fatores que alteram seu metabolismo

Uma dúvida freqüente de boa parte das pessoas que desejam perder peso é sobre a ação que o metabolismo exerce no processo de emagrecimento. Como pouco e não emagreço.

Será que meu metabolismo é lento? Estas são questões que trazem insegurança para quem está procurando diminuir seu peso e conquistar uma melhor qualidade de vida.

Metabolismo é o processo que transforma os nutrientes e outras substâncias químicas em energia para manter o corpo funcionando. O metabolismo retira dos alimentos as calorias necessárias para vivermos. Durante um dia, uma pessoa gasta de 60% a 70% de sua energia para as funções vitais, como respirar, manter equilibrada a temperatura corporal e fazer o coração bater. Essa energia é chamada de metabolismo basal.

De 10% a 12% da energia total são gastos para processar o que comemos, desde a mastigação até a absorção. Essa energia é denominada de gasto termôgenico.

O funcionamento do metabolismo é em grande parte determinado geneticamente. Em 80% da taxa metabólica a pessoa não tem condições de interferir, porém nos outros 20% é possível alterar o resultado a seu favor. Esses 20% sofrem influência de fatores como:

1- Alimentação. Os alimentos gordurosos devem ser controlados, de maneira que façam parte da alimentação, porém sem abuso. A ausência de gorduras diminui a produção de hormônios, provocando a diminuição do metabolismo. Utilize gorduras extraídas de nozes, de castanhas e do óleo de oliva.

O hábito de comer sobremesa depois das refeições não é indicado, uma vez que o açúcar é digerido mais rapidamente, retardando a digestão dos outros alimentos. O cérebro sinaliza, de forma equivocada, com mais fome em menos tempo. O mesmo processo ocorre com a ingestão de farinhas brancas contidas em bolos, tortas e pães.

2- Intervalo entre as refeições. Os grandes intervalos entre as refeições devem ser evitados, porque o metabolismo torna-se mais lento como forma de poupar energia. Os médicos e nutricionistas aconselham fazer seis refeições diárias, com lanches leves entre o café da manhã, o almoço e o jantar. Assim, o metabolismo mantém-se ativo durante o dia todo.

3- Atividade física. A atividade física deve preferencialmente combinar exercícios aeróbicos com ginástica localizada ou musculação. A prática regular produz uma ação metabólica contínua, acelerando o metabolismo. Os exercícios aeróbicos intensos, como bicicleta, esteira, natação e caminhada aumentam em até 25% a taxa metabólica durante um período de 12 a 15 horas após sua execução. Se durante o processo de emagrecimento a pessoa não pratica atividade física pode haver perda muscular. Com isso o gasto calórico diário torna-se menor e voltar a emagrecer torna-se cada vez mais difícil.

4- Tecido muscular. Os músculos exercem papel fundamental no metabolismo. Músculos vigorosos produzem mais gasto calórico, independente da idade da pessoa. Isso porque os músculos são tecidos vivos e queimam calorias 24 horas por dia, já que são feitos para trabalhar. O tecido muscular é o que consome mais energia do organismo. A manutenção da massa muscular está diretamente ligada à prática de exercícios.

5- Idade. Pesquisas indicam que a partir dos 30 anos o metabolismo começa a ficar mais lento. Sendo esse um fator biológico, que não pode ser modificado, com uma gradual perda de massa muscular.

6- Sexo. O metabolismo masculino é mais acelerado do que o feminino, porque os homens possuem massa muscular mais desenvolvida.

7- Água. A falta de água desacelera o metabolismo porque quase todas as funções do corpo dependem da sua presença. Ela é fundamental para transportar vitaminas, minerais e hormônios, para eliminar toxinas e para o bom funcionamento dos intestinos. Recomenda-se beber pelo menos 8 a 10 copos de água por dia.

8-Temperatura ambiente. Em dias mais frios o corpo consome mais energia para manter-se aquecido, acelerando o metabolismo. Essa visão geral sobre o metabolismo permite concluir que muitas vezes é necessário mudar nossos hábitos alimentares e praticar exercícios físicos, para que o metabolismo trabalhe em nosso benefício.

Por:
Flávia Leão Fernandes
CRP 06/68043 Psicóloga clínica, Mestre em Psicologia pela Universidade de Londres, Inglaterra e especialista em Psicologia Hospitalar com enfoque em obesidade.

 

 

Fonte: cyberdiet.terra.com.br

Anúncios

0 Responses to “8 fatores que alteram seu metabolismo”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




MHP no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Encontre MHP


%d blogueiros gostam disto: