Chocolate na dieta sem engordar

Alguns alimentos levam o doce em sua composição, além de fazerem bem à saúde

Em dias normais já fica difícil resistir à tentação do chocolate, imagine em época de Páscoa, quando somos rodeados pela guloseima. O problema é que a gostosura vem cheia de calorias e gorduras que afetam a dieta. Segundo a nutricionista Amanda Epifânio, do Centro Integrado de Terapia Nutricional (Citen), 100 gramas de chocolate podem chegar a incríveis 580 calorias. Mas é possível não virar refém do doce. Amanda indica que, quando o desejo bater, o melhor é comprar a quantidade exata a ser consumida. “Não há força de vontade que resista ao estoque dessa maravilha”, alerta a especialista. Mas há maneiras de incluir essa delícia na dieta sem sentir o peso da culpa na balança. Neste Dia do Chocolate e do Cacau (26 de março), confira as nossas dicas:


Para não cair na tentação de devorar um ovo de chocolate de uma vez só, uma boa dica é dividir o ovo em pequenas porções de 30g. “Assim, fica mais fácil consumir uma por dia, e, claro, não sucumbir ao desejo de comer todas de uma vez”, explica Daniela Cyrulin.

Outro cuidado fica por conta dos ovos diet. Muitas vezes, eles são mais calóricos que os ovos convencionais. Daniela explica que, por ser feito para diabéticos, eles não tem açúcar, e sim adoçantes. No entanto, para manter a consistência e sabor, os fabricantes compensam com gorduras. Portanto, quem tem colesterol alto deve ficar longe deles.

Granola com pedaços de chocolate: duas colheres de sopa de granola com pedacinhos de chocolate, misturado a frutas, saciarão a vontade de chocolate. ?A bananinha light coberta com chocolate também é uma ótima opção?, explica Daniela Cyrulin. Uma por dia já é suficiente.


Salada de frutas com chocolate granulado: a grande vantagem de comer chocolate granulado com salada de frutas está em, além de ingerir pequena quantidade de chocolate, há a inserção dos nutrientes da fruta: vitaminas, fibras, minerais, antioxidantes. Daniela recomenda, porém, apenas uma colher de sopa de granulado por dia.

Barrinha de cereais: assim como a salada de frutas, a barrinha traz nutrientes e muitas fibras. Na hora da compra, fique atento ao rótulo. Segundo Daniela, geralmente, os itens em maior quantidade estão no topo da lista de ingredientes utilizados. “É importante escolher uma barrinha em que açúcar ou xarope de glicose não estejam listados entre os três primeiros ingredientes”, alerta.

Cookies integrais de cacau: além de possuírem sabor extremamente parecido com o do chocolate, os cookies integrais de cacau são ricos em fibras, que, além de contribuírem para o bom funcionamento do intestino, ainda mantêm as taxas de açúcar no sangue estáveis e diminuem o mau colesterol. “As fibras varrem esse colesterol para as fezes”, justifica Daniela.

Frozen Yogurt com calda de chocolate light: essa sobremesa é muito saborosa e, se acompanhada de uma calda light de chocolate, pode muito bem suprir a necessidade diária de chocolate. Daniela explica que o frozen yogurt é rico em probióticos, ajudando no regulamento do intestino, e em cálcio, que fortalece o esqueleto.

Fonte:  msn.minhavida.com.br

Anúncios

0 Responses to “Chocolate na dieta sem engordar”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




MHP no Twitter

Encontre MHP


%d blogueiros gostam disto: