Archive for the 'Uncategorized' Category

UP YOUR MASS

 

Image

 

A MHP traz até você a mais avançada tecnologia nutricional com relação a aumento de massa corporal. O UP YOUR MASS é formulado com a comprovada equação 45/35/20% do Macrobolic Nutrition, razão elaborada para criar o ambiente metabólico e hormonal perfeito, proporcionando o máximo de massa muscular, força, resistência e recuperação.

Up Your Mass contém a mais avançada matriz de proteína, constituída a partir da proteína isolada de soja, whey protein e caseína, que alimenta os músculos por até 8 horas. A liberação de aminoácidos gradual fornece uma hipertrofia muscular em longo prazo, além da eficiente retenção nitrogenada muscular que a tecnologia MHP oferece nesse composto. É carregado também com grandes quantidades de Glutamina, Leucina e Arginina, os aminoácidos de cadeia ramificada (ACR) os quais são fundamentais para a construção muscular, resistência e recuperação da musculatura em treinamentos intensos.

Somente o Up Your Mass contém Carga ™, um aglomerado de carboidratos funcionais (cevada, aveia e fibra de aveia), que otimiza o efeito anabólico da insulina, permitindo ao seu corpo construir uma massa muscular densa e de alta qualidade. Esse moderno conjunto de carboidratos ainda fornece energia, proporciona rápida reposição de glicogênio alem estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Up Your Mass também contém CLA que ajuda a aumentar a massa muscular e diminuir a gordura corporal.

UP YOUR MASS é o hipercalórico produzido com a mais alta qualidade, melhor sabor, e mais eficiente para o ganho de peso do mercado atualmente.

 

Tamanho: 908g / 2270g
Sabores: Baunilha / chocolate / cookies
Modo de uso: Misturar 4 medidores em 350ml de água ou leite desnatado e consumir.

Aposte em 10 alimentos que aceleram o metabolismo

 

Image

 

É muito comum ouvir que o excesso de peso se deve ao metabolismo lento do organismo. Isso pode ser verdade, mas não se trata de algo que não pode ser mudado, com alterações no cardápio, exercícios e outras pequenas mudanças no estilo de vida.Conheça 10 alimentos conhecidos pelo poder de acelerar o metabolismo e, portanto, colaborar com a perda de peso. Confira:

1 – Água: manter o corpo hidratado acelera o metabolismo além de ajudar a ganhar sensação de saciedade. Outros benefícios de beber água são o aumento da energia, ajudar na saúde em geral e ajudar a perder peso.
2 – Amêndoas: são um dos lanchinhos preferidos dos nutricionistas, pois fornecem vitaminas e fibras ao organismo, além de fornecer a sensação de saciedade por mais tempo quando comparadas a itens como pães e bolachas.
3 – Chá-verde: os antioxidantes presentes na bebida ajudam a acelerar o metabolismo. A recomendação é a de começar o dia com uma xícara para começar o processo logo pela manhã.
4 – Iogurte de baixas calorias: pesquisas apontam que o item na dieta ajuda no processo de perda de peso e ainda é rico em cálcio, que também colabora na tarefa.
5 – Frutas vermelhas: são ricas em antioxidantes, fibras e de baixa caloria. Ajudam a substituir as opções de doces e pães entre as refeições.
6 – Salmão: fornece ômega 3 ao organismo, um tipo de gordura essencial para manutenção do corpo. É bom para conferir aspecto de jovialidade ao rosto.
7 -Carnes magras: as proteínas presentes nas carnes levam bastante tempo para serem digeridas, o que aumenta a sensação de saciedade por mais tempo. Isso faz com que o corpo necessite usar mais calorias para a tarefa.
8 – Pimenta: uma substância presente no alimento é apontada como aceleradora do metabolismo. Apenas não vale usar os molhos à base de pimenta, pois estes costumam ser muito calóricos.
9 – Alimentos ricos em vitamina B: ricos em fibras e proteínas, com pouca gordura, alimentos com concentrações de vitamina B também levam mais tempo para serem digeridos, o que ajuda a manter o corpo satisfeito por mais tempo. Não dispense ovos, feijões e outros, como espinafre.
10 – Maçã: alimento de baixa caloria, a maçã ajuda a acelerar o metabolismo, colaborando para a perda de peso.

ISOFAST 50

Image

Isofast 50 é primeira proteína do soro do leite isolada e micronizada do mundo, além de ser desenvolvida a partir de uma nova e avançada tecnologia (Biohidrólise), facilitadora da absorção, que de maneira incrivelmente rápida ativa o anabolismo muscular imediato. Isofast 50 combina o delicioso sabor da proteína isolada com a velocidade de absorção da proteína hidrolisada; ajuda na manutenção de massa muscular magra, diminuindo o catabolismo.
Isofast50 auxilia na queima de gorduras, no aumento da massa muscular magra, impulsiona o sistema imunológico, acelera a recuperação de todos os tipos de lesões, repara danos ao sistema nervoso, aumenta a vitalidade e a resistência.
Completo, Isofast 50 também é altamente carregado com BCAAs, aminoácidos essenciais e glutamina.
A micronização das proteínas do soro do leite purificadas e isoladas, reduz o tamanho de partícula da proteína, aumentando sua superfície. Isso permite que a concentração da enzima e a ativação em cada partícula de proteína seja 5 vezes maior, possibilitando uma liberação significativamente maior e mais rápida de aminoácidos livres.

Image

 

A Biohidrólise corta as proteínas em di-peptídeos, tri-peptídeos e aminoácidos livres de absorção imediata e ação anabólica, enquanto micronização aumenta significantemente a área de superfície da proteína.

Tamanho: 3LB
Sabores: Baunilha e Chocolate
Modo de uso: Para um delicioso shake de proteína, misture 2 medidores de ISOFAST 50 com 250ml de água fria e consuma.

 

Barriga: veja possíveis causas e soluções para o problema

Qualquer mulher que tenha feito dieta para emagrecer sabe que aquela barriguinha demorou para ir embora ou, pior, ainda não foi. Isso porque a gordura que se acumula na região é a mais resistente a regimes ou exercícios. Má alimentação, postura, roupas apertadas, stress… Tudo colabora para seu aparecimento. Quinze pesquisas publicadas sobre o tema apontam quais são as principais causas do problema e o que fazer para evitar. O endocrinologista Alfredo Cury, a fisioterapeuta dermatofuncional Lucely Lustre, a nutricionista Marina Capela e o cirurgião plástico Raul Gonzalez comentam algumas delas.
Está acima do peso? Calcule aqui seu IMC
Saiba quantas calorias tem cada alimento
Veja quantas calorias consome cada atividade do seu dia a dia

Image

1. Stress
Um estudo realizado em 2000 pelo departamento de psicologia da Universidade de Yale completou as informações já reconhecidas pela medicina de que o estresse leva ao excesso de peso. Pelo novo levantamento, o cortisol, produzido em maior quantidade quando o corpo se sente ameaçado, é o responsável pelo acúmulo de gordura abdominal em mulheres, incluindo as magras. A substância faz a gordura se acumular em volta dos órgãos. As experiências realizadas confirmaram que as mulheres com gordura abdominal secretavam maiores níveis do hormônio do que as que acumulavam em regiões mais periféricas. Portanto, dormir bem, praticar exercícios e promover momentos de relaxamento podem ser mais eficientes do que cortar calorias quanto o assunto for estresse e acúmulo de gordura. “Boa parte de culpa do acúmulo de gordura na zona abdominal deve-se a herança familiar, mas há outros fatores que desencadeiam o aparecimento de gordura na barriga. Um dos motivos pelos que se acumula gordura na barriga é o estresse continuado”, diz o endocrinologista Alfredo Cury.
2. Produtos diet
Quem consome itens diet, sem açúcar, acaba ingerindo menos calorias, mas o hábito tem suas contraindicações. O que é especialmente válido em dietas de emagrecimento pode deixar o estômago distendido. O estudo foi feito pela Universidade do Hospital de Charite, em Berlim, na Alemanha com pessoas que tomavam refrigerantes diet ou chicletes sem açúcar. A substância posta em cheque é o sorbitol, usado em alguns adoçantes. Ela colabora para aumento de bactérias do corpo e ainda não é bem absorvida pelo intestino, causando inchaço e gases.
3. Roupas apertadas
O cirurgião plástico Raul Gonzalez verificou aumento de 35% na procura de lipoaspiração na região das laterais da barriga por adolescentes desde 1994. E uma das causas apontadas pelo especialista é o uso de roupas apertadas, principalmente as calças jeans de cintura baixa. Ele afirma que o tecido aperta uma área que precisa estar livre para o crescimento. “Isso faz com que ocorra uma diminuição da nádega e um aumento da gordura das ancas criando uma deformidade estética muito acentuada que só pode ser corrigida por lipoescultura”, explicou. A fisioterapeuta dermatofuncional Lucely Lustre acrescenta: “Roupas apertadas também podem prender a circulação e piorar o quadro de celulite.”
4. Maiores riscos a doenças
A circunferência da barriga deve ser considerada como índice de boa forma e não apenas o Índice de Massa Corporal (IMC). Isso porque uma pesquisa, publicada na revista Circulation, da American Heart Association, aponta que quanto maior a área, maiores os riscos de sofrer doenças cardiovasculares e diabetes. Foram avaliadas as medidas de 170 mil pessoas em 63 países e o risco é real mesmo em pacientes que não apresentam sobrepeso ou obesidade. A explicação é que gordura abdominal provoca resistência à insulina, hormônio responsável pelo metabolismo da glicose, associada a vários problemas, como aumento de trombose e lesão na parede dos vasos sanguíneos.
5. Doenças do coração
Um levantamento feito pelo Projeto Corações do Brasil, coordenado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, com cerca de 1,2 mil pessoas, constatou que apenas 30% das mulheres e 55% dos homens estavam dentro dos parâmetros recomendados pela Federação Internacional de Diabetes (IDF) para circunferência e gordura abdominais. O volume na região é reconhecido por 58% dos médicos como fator de risco significativo para doença cardíaca segundo pesquisa realizada pela Shape of the Nations – com o apoio da Federação Mundial de Cardiologia (World Heart Federation – WHF) em 27 países. “A gordura em volta da cintura é a mais perigosa de todas, porque está localizada por trás da parede abdominal, cercando os órgãos internos, numa via direta para o coração e outros órgãos importantes”, diz o endocrinologista Alfredo Cury.
6. Arroz integral
Pesquisa feita por nutricionistas da Universidade Tufts, nos Estados Unidos, que analisaram a dieta de 2, 8 mil pessoas, comprovou que pessoas que consumiam três ou mais porções de arroz integral diariamente tinham até 10% menos gordura visceral, que se deposita sobre órgãos como pâncreas, intestino e fígado. O percentual não é pouco, pois ajuda a reduzir visivelmente a barriga além de manter as artérias livres de gordura e ajudar na saúde do coração.
7. Vinagre
Reduzir em até 80% o apetite e emagrecer até cinco vezes mais. Esses são benefícios que podem ser conseguidos com o uso do vinagre, de acordo com pesquisas norte-americanas realizadas, entre 2004 e 2005, pela Universidade do Arizona (EUA), em um grupo de pessoas com sobrepeso. Os voluntários consumiram duas colheres de vinagre diluídas em meio copo de água por dia, meia hora antes das principais refeições e tiveram os índices de triglicérides baixados e centímetros a menos na barriga. Tudo se isso se deve ao ácido acético, que evita o acúmulo e insulina, associado ao aumento de peso.
8. Consumo de fibras
Dois estudos associaram o consumo de fibras com menos medidas na circunferência abdominal. Um deles foi o da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, e outro na Holanda. Pessoas que consumiam mais de 10 g de fibras por dia apresentaram naturalmente menos 1 cm na barriga, sem dietas ou exercícios. Os especialistas apostam que o motivo é que as pessoas que consomem mais alimentos rico em fibras tendem a ingerir menos gordura e calorias. “Alimentos ricos em proteínas, fibras e cálcio facilitam a manutenção e ganho de massa magra e funcionamento intestinal. E os carboidratos complexos (massa, pães, leguminosas, cereais) fornecem energia e manutenção de massa magra”, explica o endocrinologista Alfredo Cury. “As pessoas estão cada vez mais sedentárias e consumindo alimentos cada vez mais calóricos, ricos em gordura e sódio, como fast food, alimentos processados ricos em farinha branca e açúcar. Além de fermentarem com facilidade, deixando a barriga estufada, esses alimentos são convertidos rapidamente em glicose, o que provoca a liberação de altas doses de insulina, hormônio responsável por, entre outras funções, armazenar o excesso de glicose no tecido adiposo”, diz Marina Capela, nutricionista da Clínica Dicorp.
9. Óleo de coco
Voluntários que consumiram óleo de coco em receitas ou sobre os pratos das principais refeições diárias conseguiram perder peso mais rapidamente e principalmente na região da barriga. A conclusão é de um estudo da Universidade de Columbia. Com a ajuda do óleo, foi registrada sete vezes mais perda de medidas do que em uma dieta comum. O produto pode ser tomado em colheradas (de três a quatro colheres de sopa por dia), misturado em sucos, receitas ou ainda usado como tempero.
10. Proteínas de laticínios
Ajudam a eliminar gordura corporal, segundo pesquisa do Departamento de Cinesiologia da Universidade McMaster, no Canadá. Grupos de mulheres foram submetidas a dietas de emagrecimento e a práticas de exercícios. A rotina foi idêntica, mas a dieta de um dos grupos continha alto teor de proteínas de laticínios, vindas de alimentos como queijo, leite e iogurtes. Nesse, a perda de gordura corporal foi maior, com aumento da massa magra, maior ganho de força e o dobro de eliminação nas medidas da barriga.
11. Desequilíbrio hormonal
O culpado é o excesso de estrogênio. A informação vem do médico americano C. W. Randolph, especialista em desequilíbrio hormonal, autor do livro “De pneuzinho a tanquinho”, publicado no ano passado. O hormônio em doses exageradas aumenta a gordura corporal, fazendo o tecido adiposo produzir e armazenar ainda mais estrogênio. O corpo fica incapaz de usar essa gordura armazenada para gerar energia de forma eficaz, comprometendo a capacidade do corpo para queimar gordura. O resultado é o peso extra que não vai embora, mesmo quando se faz exercício ou se come menos. Além da barriga persistente, alguns sinais de que você pode sofrer com desequilíbrios hormonais são alterações fortes de humor, fadiga, muita dor de cabeça, ansiedade, irritação, choro por qualquer motivo, lapsos de memória, fluxo menstrual intenso, incontinência, seios fibrocísticos, diminuição da libido, seios doloridos e sensíveis e retenção de líquido.
12. Alimentos que ajudam
Diversas pesquisas são feitas a fim de se investigar os benefícios de alguns alimentos. Muitos deles apresentam nutrientes que colaboram para eliminar a gordura da barriga. Confira alguns apontados como fundamentais pelo site Weight Loss: aveia ajuda a manter a sensação de saciedade e ajuda a resistir ao consumo de doces; mirtilos; amêndoas com quantidades de gordura saudável que ajuda a perder medidas na barriga; vegetais com alto teor de fibras. “Devido à má alimentação, jovens, por volta dos 15 anos, estão apresentando colesterol alto, além de não praticarem atividades físicas”, disse a fisioterapeuta dermatofuncional Lucely Lustre.
13. Refrigerantes
O aumento da circunferência abdominal é um dos sinais da síndrome metabólica, caracterizada pela associação de fatores de risco para as doenças cardiovasculares, vasculares periféricas e diabetes. Uma pesquisa do Instituto Framingham, em Boston, Estados Unidos, aponta que pessoas que bebem refrigerantes todos os dias, pelo menos um, são mais propensas a sofrer do problema. Entre os pesquisados, o consumo diário de refrigerante mostrou um aumento de 48% na prevalência da síndrome em comparação aos indivíduos que consomem menos de um refrigerante por dia.
14. Insatisfação
Apenas 8% das mulheres estão totalmente satisfeitas com o seu corpo e os principais vilões são o peso e aspecto da barriga, com 69% das reclamações. Os dados são de pesquisa feita pela rede de clínicas de estética Onodera. Os seios, nádegas e excesso de peso aparecem como as principais causas de insatisfação. Vinte e um por cento se disseram insatisfeitas com o corpo e 71% gostam de algumas partes.
15. Sedentarismo
Dados do Ministério da Saúde comprovam que no Brasil, o comportamento das pessoas segue uma tendência mundial, o aumento do sedentarismo, o que ajuda a ganhar barriga. Entre as mulheres, 24,6% não costumam praticar atividades físicas. Quando atingem a terceira idade, no entanto, o percentual cai para 18,9%

Benefícios da musculação

 

Image

A musculação é, hoje, uma das atividades mais recomendadas pelos profissionais da saúde para qualquer pessoa, pelo fato de ser uma atividade altamente versátil, podendo ser direcionada para os mais variados objetivos, sejam eles emagrecer, aumentar ou definir a musculatura, como também, prevenir lesões e até tratá-las. Adequando as cargas e as intensidades dos exercícios para cada pessoa, com base na idade, peso, sexo e histórico em atividade física, não há muitas restrições para a prática da musculação.
Infelizmente, muitas pessoas leigas evitam fazer exercícios com peso, pois ainda existem muitos mitos que se propagam há décadas pelas academias de ginástica e isso faz com que as pessoas tenham receio e até medo de ficarem musculosas demais. Saiba que isso só acontecerá se o treino for programado para este objetivo, por isso é importante uma boa orientação profissional, que esteja de acordo com o seu interesse e necessidade.

Os benefícios da musculação estão diretamente relacionados com o período no qual o praticante dedica-se aos treinos, o tipo de treinamento, com as diferentes intensidades, volumes, velocidade de execução dos movimentos, séries, intervalos entre os exercícios, períodos de recuperação entre os treinos, estrutura óssea morfológica e a distribuição dos tipos de fibras em cada indivíduo.
Veja alguns benefícios que a musculação pode trazer:
- Com a pratica regular da musculação, há uma grande melhora na parte estética, pois trabalhando os músculos, você irá modelar o seu corpo. A musculação ajuda a eliminar gordura e aumenta a massa muscular, fazendo com que você fique mais saudável e esteticamente bonito.
- Ao treinar, você estará exercitando não só o corpo, mas também seu cérebro que fica mais eficiente no comando da massa muscular, trazendo melhoria dos aspectos cognitivos (atenção, concentração, memória e aprendizagem).
- A musculação torna o coração mais saudável. Até pouco tempo, apenas as atividades aeróbias eram recomendadas para a saúde cardíaca, mas isto vem mudando. A musculação treina o coração para esforços intensos, enquanto os exercícios aeróbios preparam o coração para atividades suaves e prolongadas. Quando a pessoa fortalece os músculos, a freqüência cardíaca e a pressão arterial sobem menos com o esforço. Os exercícios de musculação nos membros inferiores do nosso corpo ajudam o sangue a retornar ao coração (músculos da perna fortes contraem durante o movimento ajudando a empurrar o fluxo sangüíneo e volta para o coração).
- A musculação melhora a postura, pois a maioria dos casos de dores nas costas é relacionada à fraqueza muscular e à falta de flexibilidade. Assim sendo, o trabalho com peso é indicado nestes casos, pois os músculos (que sustentam os ossos) se tornam mais resistentes.
- Melhorias na socialização e nos relacionamentos interpessoais; com a sua auto-estima elevada, ficando mais confiante e de bem consigo mesmo.
- Melhora no bem estar, devido à liberação das endorfinas (hormônio do bem estar) e no sono, pois ganhamos um sono mais tranqüilo, proporcionando pelo relaxamento dos músculos e diminui o risco de insônia.
- A musculação mantém você jovem. Com o avanço da idade há uma perda de força e de massa muscular, mas quem faz musculação, retarda este envelhecimento. A perda da massa muscular é minimizada para quem faz exercícios com peso (musculação).
- A musculação ajuda a emagrecer. Todos os exercícios ajudam na perda de peso, em todos há um gasto calórico, uns menos, outros mais. A longo prazo, os exercícios com peso, apresentam um importante papel, pois aumentam a taxa metabólica basal e com o gasto calórico diário maior queimamos mais calorias e com isso diminuímos as reservas de gordura corporal.
Com a prática da musculação você também pode prevenir doenças, entre elas:
Osteoporose – A musculação estimula a produção de células ósseas fixando cálcio e aumentando a densidade óssea.
Artrose (desgaste das articulações) – Quando os músculos são fortalecidos, propiciam maior estabilidade nas articulações, promovendo menor desgaste entre as cartilagens.
Diabetes – Quanto maior é a massa muscular, mais o organismo queima glicose (substância que em excesso no sangue causa o diabetes).
Hipertensão – O principal benefício é a diminuição da pressão arterial em repouso, o que se torna uma aliada no tratamento da hipertensão arterial e, consequentemente, como um agente facilitador da boa qualidade de vida.
Para melhores resultados é indicada a combinação da musculação com alguma atividade aeróbica (caminhadas, corridas, pedaladas) promovendo assim uma melhora no conjunto ósseo muscular, cardíaco e respiratório do indivíduo.
É importante lembrar que para cada objetivo existe um tipo de treinamento específico, inclusive na alimentação. A ingestão de nutrientes é essencial para fornecer energia, aumentar massa muscular, reduzir gordura, ajudar na manutenção do sistema imunológico e definir o corpo.
Praticando a musculação com envolvimento, sem dúvida, você terá muitos benefícios. Contudo, é necessário ter disciplina, seguir a orientação dos profissionais especializados e respeitar os seus limites.

 

Alimentos e vitaminas essenciais

Image

 

Se o seu sistema imunológico estiver com alguma deficiência, as portas de entrada para as doenças típicas da estação ficam ainda mais abertas. Uma dieta com os itens certos pode ajudá-lo a se fortalecer, e, consequentemente, evitar gripes, resfriados e outros incômodos que surgem nessa época do ano. Basta reconhecer e, claro, consumir os chamados alimentos funcionais, que, além de nutrir, são capazes de afetar beneficamente uma ou mais funções do organismo, e, assim, aumentar o bem-estar e reduzir os problemas de saúde. 

As pesquisas em engenharia alimentar apresentam resultados que algumas vezes podem ser contraditórios – que o diga o ovo, que de vilão passou a ser o mocinho das refeições. No entanto, algumas referências são clássicas e têm eficiência comprovada já há algum tempo.

Veja a seguir o que deve ser incluído na dieta para “turbinar” seu sistema imunológico.

Image

 

 

Vitamina C
Exemplos: frutas com sabor cítrico, como laranja, tangerina, abacaxi, maracujá, acerola e morango.
Muitas pessoas aumentam a ingestão de vitamina C durante o inverno, pois ela contribui para o fortalecimento do sistema imunológico. No entanto, segundo Fabiana Schmidt, nutricionista da clínica Ágape, em São Paulo, o organismo humano absorve no máximo 80 miligramas de vitamina C por dia (valor compatível a um homem adulto; para as mulheres essa quantia cai para 65ml). O que passa dessa conta simplesmente é eliminado junto com a urina. Isso acontece, por exemplo, com os suplementos vitamínicos, que em média oferecem 1 grama do nutriente. Além do “desperdício”, a vitamina C em excesso pode se tornar um agente oxidante, em outras palavras, contribui para o envelhecimento.

O consumo diário de duas frutas é a quantidade ideal. Mas aqui cabe outro alerta da nutricionista: “A vitamina C é sensível à luz, calor e ao oxigênio. Por isso, as frutas devem ser consumidas extremamente frescas”. De acordo com Fabiana, não adianta comer uma fatia de abacaxi que estava exposta em um restaurante self service, pois após 15 minutos de contato com o ar, a fruta perde sua concentração de vitamina C. “Confie mais nos alimentos da sua casa”. E ela ensina: “frutas com vitamina C não devem ser guardadas na geladeira (sensibilidade à temperatura) e para conservá-la, depois de cortadas, sele-as com um papel filme”.

Probióticos
Exemplos: leites fermentados, iogurte com lactobacilos, fibras solúveis encontradas nas frutas (inclusive em suas cascas) e cereais integrais.
Os probióticos são carboidratos não digeridos pelo organismo humano e que contribuem para a manutenção da flora intestinal. “É preciso ter um bom funcionamento do intestino, pois é lá que começa a defesa do organismo”, alerta Lara Natacci, nutricionista da Nutri Vita Assessoria Nutricional.

Segundo a profissional, se as bactérias do aparelho digestivo não estiverem desempenhando adequadamente seu trabalho, as vitaminas e minerais consumidos não serão absorvidos da forma que deveriam. Um dos grandes vilões para a destruição do equílibrio intestinal, de acordo com Lara, é o antibiótico, que por conta do aumento do índice de doenças, é mais ingerido justamente no inverno. “Além de acabar com as bactérias ruins, ele também destrói as que trabalham a favor da nossa saúde”, explica.

Ômega 3
Exemplos: linhaça e peixes gordurosos – salmão, atum e sardinha.
Como não é produzido pelo nosso organismo, o ômega 3 deve ser incluído na dieta. E sua principal função contra as doenças de inverno é o poder antiinflamatório. A nutricionista Lara Natacci recomenda uma porção de peixe duas ou três vezes por semana. Já a linhaça pode ser consumida diariamente e de duas formas: a semente triturada – como ingrediente para vitaminas ou adicionada à refeição como farinha – e em óleo. “Como o azeite de linhaça não possui um sabor agradável, indico que seja misturado na mesma proporção ao azeite de oliva ou de macadâmia”, diz Lara.

Vegetais com folhas verde-escuras
Exemplo: rúcula e agrião.
A nutricionista Fabiana Schmidt cita esse grupo alimentar como fonte de ácido fólico e excelente para fortalecer o sistema imunológico. A quantidade mais apropriada é de 250ml (uma xícara de chá) por dia. Para conservá-los, é indicado o armazenamento na geladeira.

Alho
Quem nunca ouviu falar que um chazinho de alho faz bem para quem está com aquele mal-estar de gripe? Fabiana diz que muito dessa fama deve ser creditada ao efeito psicológico. “Ele provoca uma sensação agradável, assim como uma sopa”. No caso da bebida quente, é bem-vinda a adição de canela, que é um agente expectorante.

Caráter emocional à parte, o alho, pode sim, contribuir para o fortalecimento do sistema imunológico. Mas para ter esse efeito é preferível optar pelo consumo em cápsula. “O óleo de alho em cápsula possui quase 1 grama do princípio ativo. Já o chá não concentra mais que 100 miligramas,” explica Fabiana. A única contra-indicação é para quem sofre de gastrite moderada ou forte, pois a cápsula é um pouco ácida e, claro, para quem não quer ficar com uma halitose acentuada.

Conheça as ganhadoras do concurso Body Star

Laura Rocha,Geisa Vitorino, Patricia Sens, Daniele Giehl, Amanda Seroiska fora as campeãs do concurso que elegeu os corpos femininos mais bonitos do Brasil

 

O Concurso Body Star, realizado pela marca de suplementos alimentares MHP Brasil, e que teve como madrinha da campanha a musa Eva Andressa, escolheu as 5 estrelas que, além do prestígio de ter um dos corpos mais perfeitos do Brasil, as 5 irão estrelar a próxima campanha publicitária da marca em nível nacional. Laura Rocha, Geisa Vitorino, Patricia Sens, Daniele Giehl e Amanda Seroiska, foram escolhidas entre mais de 190 gatas pré selecionadas das milhares de inscritas na competição.

As 5 (cinco) vencedoras receberão, durante 12 (doze) meses, R$ 1.000,00* em produtos MHP. Além de estrelar a próxima campanha da MHP.

 

Conheça as Ganhadoras : 

Image

 

ImageImageImageImage

Alert 8-Hour

Image

 

Alert 8-Hour é o termogênico timed release da MHP, com atuação por 8 horas graças a sua tecnologia de tablete “Bi-layer”, um lado de rápida ação e outro de longa ação, garantindo assim uma liberação dos seus compostos de forma gradual, sem os efeitos indesejáveis da maioria dos estimulantes, que é o rápido efeito seguindo de queda brusca do desempenho.

Sendo composto por grandes doses de cafeína e taurina, Alert 8-Hour é um excelente termogênico colaborador para maior disposição física e para intensificar a queima de gordura corporal durante todo o treino.

Alert 8-Hour pode ser ingerido até mesmo para melhorar a atenção e reduzir o sono quando se precisa de foco em atividades cotidianas, esse suplemento substitui os inúmeros cafezinhos diários que precisamos para mascarar o cansaço sem deixar aromas desagradáveis na boca que o consumo excessivo de café produz.

Dentre os componentes dos termogenicos, a cafeína é o principal na ação estimulatoria e na queima de gordura, pois aumenta o gasto energético acelerando a queima de gordura.

A taurina tem o de poder intensificar os efeitos da insulina, tendo sido responsável por um melhor funcionamento do metabolismo de glicose e aminoácidos, podendo auxiliar o anabolismo muscular, por estar envolvida nos mecanismos de excitação e contração dos músculos. Isso é particularmente importante para assegurar um ótimo desempenho dos músculos, permitindo que você maximize seus treinos.

 

Modo de Uso: Para ter mais energia e maior agilidade, tome um tablete pela manhã e/ou à tarde.
Embalagem: 100 Tabletes.


MHP no Twitter

  • Daniel Guedes - Atleta Bodybuilding Categoria até 90kg é TEAM MHP BRASIL - MHP. Do Tamanho da sua Força Official MHP® fb.me/3I97MzWBy --- 16 hours ago
  • Daniel Guedes - Atleta Bodybuilding Categoria até 90kg é TEAM MHP BRASIL - MHP. Do Tamanho da sua Força --- 16 hours ago
  • Neste sábado (26/07) a cidade de Curitiba -PR recebe o maior nome do bodybuilding nacional Eduardo Corrêa IFBB... fb.me/2bduEQLMe --- 1 day ago

Encontre MHP


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.